Perguntas frequentes

TSA – PROGRAMAÇÃO DE SUA SENHA – CADEADO TSA

®️O seu cadeado TSA®️com combinação numérica é sempre enviado zerado, ou seja, basta colocar a combinação 0-0-0 para abri-lo.

Para alterar o segredo:
1) Abra o cadeado colocando a combinação numérica de fábrica 0-0-0.
2) Com uma caneta ou objeto pontiagudo, pressione com firmeza o botão A de “reset” que pode estar em qualquer um dos lados do cadeado como mostra a figura ilustrativa. Deixe o botão pressionado.
3) Digite o seu segredo (por exemplo 1-2-3) girando as rodinhas.
4) Pressione o botão B para que o botão A volte a sua posição original.

Agora seu segredo está registrado. Anote o seu segredo em um local seguro para que possa acessar caso esqueça a combinação registrada. Se deseja alterar a combinação numérica, repita os passos de 2 a 4.

Vá rodando todos os códigos até encontrar uma “casinha” diferente (mais aberta) em cada um deles. Deixe todas essas casinhas centralizadas.

Em seguida, gire duas casas para a esquerda em cada código e… Pronto!!!

Sua mala estará sã e salva para as próximas aventuras! E você, obviamente, aliviado por ter seus pertences de volta sem ter quebrado a mala.

Se não conseguir dessa forma, sugerimos que mande e-mail para contato@lugg2go.com.br e formalize uma manutenção do mesmo.

Não esqueça de apresentar sua nota fiscal de compra

Vá rodando todos os códigos até encontrar uma “casinha” diferente (mais aberta) em cada um deles. Deixe todas essas casinhas centralizadas.

Em seguida, gire duas casas para a esquerda em cada código e… Pronto!!!

Sua mala estará sã e salva para as próximas aventuras! E você, obviamente, aliviado por ter seus pertences de volta sem ter quebrado a mala.

Se não conseguir desta forma, Sugerimos que mande e-mail para contato@lugg2go.com.br e formalize uma manutenção do mesmo.

Não esqueça de apresentar sua nota fiscal de compra

O cadeado TSA®️ ermite que você tranque sua mala com uma combinação numérica e ao mesmo tempo permita às autoridades aduaneiras responsáveis pela segurança de transporte verificá-la sem danificá-la.

Assim, o buraco da fechadura no cadeado TSA®️ é para uso exclusivo das autoridades aduaneiras. A vantagem deste cadeado é o acesso pelos agentes aduaneiros sem danos à sua mala.

Portanto, nenhuma mala comercializada em nosso site possui chaves de acesso à cadeados.

Para saber se o seu produto possui o cadeado TSA®️, basta olhar seu cadeado – o cadeado TSA®️ tem uma logomarca pequena, vermelha em forma de losango, como a imagem abaixo.

Os materiais usados na fabricação de nossos produtos geralmente requerem pouquíssima manutenção.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a obter o melhor uso a longo prazo de suas malas, garantindo sua beleza por todo esse tempo.

• Para limpar a sua mala rígida (policarbonato, polipropileno ou ABS), água morna e sabão ou detergente aplicados com um pano macio ou esponja são suficientes. Em seguida, passe somente água para evitar marcas no material.

• Para limpar a parte de tecido (poliamida, poliéster ou nylon balístico), limpar com sabão suave ou natural, diluído em água com uma escova macia. Após a lavagem, passe somente água para evitar marcas no tecido.

• Verificar regularmente as rodas de sua mala. Pode haver acúmulo de cascalho e sujeira que travam as rodas, gerando assim um desgaste mais acelerado. Remover periodicamente este acúmulo de sujeira nas rodas para deixá-las livres e garantir maior durabilidade.

• Se as crianças trouxeram parte do castelo de areia dentro da mala como lembrança, passe o aspirador de pó na parte interior da mala antes de guardá-la.

• Uma série de materiais novos e inovadores têm maior resistência a riscos do que seus antecessores, mas nada supera a capa de malas para máxima proteção e também para que proteja a sua mala de pó e sujeira usando capa protetora ou sacola plástica grande, especialmente se for armazená-la em sua garagem ou porão. Importante dizer que um lugar bem seco é o ideal. Outra dica: adote o método “uma dentro da outra” para economizar espaço em sua casa!

Como pode ver, não é nada complicado cuidar bem de sua mala, basta lembrar de algumas dessas dicas que você manterá sua mala em ótimas condições e sempre preparada para lhe acompanhar em sua próxima viagem!

Os líquidos adquiridos em freeshops ou a bordo de aeronaves podem exceder os limites estipulados, mas devem estar em embalagens plásticas seladas e com o recibo de compra à mostra.

A bagagem de porão (registrada, despachada) é transportada no compartimento de carga da aeronave, sendo entregue à companhia aérea no balcão de check-in ou no ponto especial de entrega de bagagem. Toda mala, depois de despachada, passa por um raio-X. Se por qualquer motivo o conteúdo da sua bagagem pedir uma averiguação maior, os agentes da TSA (Transport Security Administration, ou Administração de Segurança no Transporte) são autorizados por lei a abrir a mala e verificar manualmente o que existe dentro dela. Procure acomodar em embalagens todos os itens, principalmente aqueles pequenos que podem se perder facilmente (brincos, por exemplo) ou aqueles nos quais você preferiria que ninguém colocasse diretamente a mão (roupas íntimas). Coloque escovas de dentes e outros objetos pessoais em saquinhos transparentes, para que não precisem ser manuseados. Deixe sapatos por sobre todo o resto, pois são examinados com frequência. Não encha demais a mala, para evitar que as suas coisas caiam e se danifiquem durante a revista, ou que o agente tenha dificuldades para fechar depois (ele não vai ter tanto cuidado quanto você, provavelmente).

Um dos motivos que faz as bagagens caírem no pente-fino da TSA são livros e documentos. Quando empilhados, atrapalham a visualização do resto do conteúdo da mala pelo raio-X.

Toda mala, depois de despachada, passa por um raio-X. Se por qualquer motivo o conteúdo da sua bagagem pedir uma averiguação maior, os agentes da TSA (Transport Security Administration, ou Administração de Segurança no Transporte) são autorizados por lei a abrir a mala e verificar manualmente o que existe dentro dela.

Não há o que fazer para evitar que a TSA abra a sua mala. O mais inteligente, na verdade, é facilitar o trabalho deles. Viaje sempre com cadeados aprovados pela TSA. Eles são identificáveis por dois símbolos. Esses símbolos indicam que os cadeados foram fabricados de acordo com determinadas normas e podem ser abertos por uma chave-mestra da TSA. Depois da inspeção, a mala é trancada novamente. Outros tipos de cadeados ou lacres, na necessidade de uma revista manual, são arrombados ou rompidos — e a mala segue desprotegida pelo resto da viagem. O mesmo vale para aquelas embalagens vendidas em quiosques, que envolvem a bagagem em camadas e mais camadas de plástico. A embalagem vai exigir do agente de segurança um pouco mais de obstinação, mas se ele quiser abrir a mala, ele vai abrir.

Procure também acomodar em embalagens todos os itens, principalmente aqueles pequenos que podem se perder facilmente (brincos, por exemplo) ou aqueles que você preferiria que ninguém colocasse diretamente a mão (alô, cueca suja). Coloque escovas de dentes e outros objetos pessoais em saquinhos transparentes, para que não precisem ser manuseados. Deixe sapatos por sobre todo o resto, pois são examinados com freqüência. Não encha demais a mala, para evitar que as suas coisas caiam e se danifiquem durante a revista, ou que o agente tenha dificuldades para fechar depois (ele não vai ter tanto cuidado quanto você, provavelmente).

Um dos motivos que faz as bagagens caírem no pente-fino da TSA são livros e documentos. Quando empilhados, atrapalham a visualização do resto do conteúdo da mala pelo raio-X.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou em 2016, novas regras relacionadas aos direitos e deveres dos consumidores de serviços aéreos. As mudanças entraram em vigor em 2017. A alteração que mais impacto foi a permissão para que as companhias aéreas cobrem taxas para despachar malas. Cada companhia aérea tem suas próprias regras e valores para regular o setor de despacho de bagagens, por isso vale sempre checar o que está incluso na sua passagem. Apenas a bagagem de mão fica isenta de cobranças adicionais. É a mala que vai dentro da cabine, podendo pesar no máximo até 10 kg com as medidas de 55 cm x 38 cm x 20 cm (altura x largura x espessura).
O peso mínimo da bagagem de mão é de 10 kg, mas as dimensões da bagagem de mão são definidas e informadas aos passageiros pelas empresas aéreas.A bagagem de mão não poderá conter artigos classificados como perigosos para o transporte aéreo, que deverão ser descartados. Por medidas de segurança, não entram na bagagem de mão também objetos cortantes e produtos inflamáveis ou explosíveis, tanto em voos domésticos como em internacionais. A lista de objetos proibidos para o transporte na bagagem de mão, estipulada no anexo da Resolução nº 515 da ANAC, de 08 de maio de 2019, não é exaustiva e poderá ser atualizada pela ANAC conforme necessário .Nos voos internacionais, frascos com líquidos contendo mais de 100 ml também não são permitidos. Em vôos domésticos, não há restrição para líquidos. Recomenda-se que objetos de valor como joias, papéis negociáveis, dinheiro e eletroeletrônicos sejam transportados na bagagem de mão.
Em voos nacionais é permitido levar alimentos e bebidas. Já em voos internacionais há restrições quanto ao tipo de alimento, principalmente in natura, como frutas, laticínios, etc. A fiscalização da vigilância sanitária pode ser bem rigorosa, por isso consulte as regras do aeroporto onde você vai desembarcar para garantir que você não vai ter que deixar nada pelo caminho.
newsletter
Olá!
Seja atendido pelo WhatsApp!